Páginas

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Resumir um texto sobre genes responsáveis por cancros cerebrais é pior do que tropeçar nas escadas, cair e bater com os dentes no degrau, partir a dentuça e ainda me engasgar com os estilhaços.

4 comentários:

  1. Olá Dadinha. Eu diria mesmo que além de sofrer tal queda, ainda seria mais sugestionável ficar de glúteos para o céu e ser abusado por um canino enorme. Resumo de um artigo que por sua vez já estava muito resumido é bastante doloroso visto que não havia muito a suprimir do documento, requer um enorme esforço cortical..

    E Dadinha.. É uma honra lutar a teu lado contra as elaboradas teses de atrocidade do jovem feiticeiro roxo.. é bom saber que ainda tenho aliados nesta guerra. E minha cara, não te esforces muito, a minha identidade é um enigma impossível. Já ponderaste a hipótese de eu não ser eu? Pensa..

    Do Amigo Imaginário Do Purple Teen Wizard.


    PS: Muahahaha...

    ResponderEliminar
  2. Caro amigo do roxinho (seja bem vindo por estas bandas),
    não sei se vais ler isto, mas o que tenho a dizer é o seguinte:
    Sim, sei que me conheces (óbvio)
    Sim, sei que sabes que falo de ti. algumas vezes na escola .
    Sim, sei que sabes da história do linguadão ahahahah
    Só não sei se sabes que eu acho que os "anónimos" ou aqueles que não dão a cara / nome são fracos. São moralmente fracos. Não têm coragem de afirmar a sua posição. Eu dou o nome naquilo que faço, e sabe o senhor (e tu, claro) os problemas que já me trouxe. Estes problemas surgem porque há criaturas vivas que não me conhecem e interpretam tudo mal. Mas enfim, como me conheces sabes que só me importa que as pessoas de quem gosto me entendam, e não se sintam ofendidas com o que escrevo e digo.

    E sim, dá pica seres "anónimo". Mas pica no sentido de ser engraçado haver algum indivíduo que perde tempo a escrever testamentos em vão, visto que não deixa transparecer a sua identidade. Por outro lado, tudo o que é demais enjoa. Como é óbvio, daqui a uns tempinhos ninguém vai querer saber quem és. Mesmo que apareças na escola com "amigo imaginário" escrito na testa.

    Mas bem, transpareces ser uma pessoa inteligente. Lá terás as tuas razões para fazeres o que fazes.
    Sempre te digo que eras muito melhor pessoa se comentasses mais o meu blog e menos o do senhor rebeldia. AHAHAHAHAH
    És tão contra ele e no entanto dás-lhe protagonismo. O indivíduo em questão faz mais furor num post do que eu ou o Goldalsky numa vida inteira de bloguistas! É uma vergonha. ahahah

    Ah, que fique claro que eu não luto contra as atrocidades só porque sim. O roxinho sabe que sou amiga dele (apesar de tudo). Eu digo-lhe as coisas porque acredito no bom fundo de algumas pessoas. E ele no fundo não é mau rapaz. Acredito que posso abrir-lhe os olhos, e mostrar-lhe outra realidade que não conhece ou recusa conhecer.

    Bem, até amanhã então. Vemo-nos na escola.

    P.S.- Já ponderaste a hipótese de eu saber com quem estou a falar?

    Tem uma boa noite, até amanhã.

    ResponderEliminar
  3. Olá.
    Mesmo que quisesses saber com quem estás a falar, sairias enganada, porque eu não escrevi nenhum comentário no teu blog até hoje.
    Se conhecesses bem o meu estilo de escrita, verias que eu não uso, jamais, "enter's" entre parágrafos,nunca diria que "arranjei um aliado", nem faria "risadas maléficas" em post scriptum. Não penses muito na minha identidade. Não criei esta pessoa imaginária para gozar com ninguém nem para lutar com ninguém, nem para comentar blogs que não fosse o de meu amigo real.
    Tenho pena que existam pessoas que queiram realmente praticar o mal cibernauta e que digam ser uma pessoa que não são.
    Fiquei envergonhado ao ler um comentário assinado em meu nome, escrito da forma que foi e com as palavras significantes que foram utilizadas.
    Sem perder mais tempo, peço a essa pessoa medíocre, que não tem imaginação para inventar a sua própria personalidade cibernauta, ou que não tem sequer personalidade, que pare de escrever em meu nome. Não que isso me incomode, mas mancha a minha reputação, pois a escrita do comentário acima é simplesmente terrível.
    Quero ainda acrescentar, que não tenho intenções de comentar qualquer tipo de blog, exceptuando o para o qual criei esta personalidade.
    Sem mais demoras termino com um pedido de desculpas pela pessoa que usou o meu nome para comentar ou para tentar falar consigo.
    Não vou assinar, pois esta assinatura não teria o significado que pretendo que tenha fora do outro blog.
    Sem mais.

    ResponderEliminar