Páginas

domingo, 14 de fevereiro de 2010

Teatrices

    O Grupo de Teatro Palha de Abrantes foi actuar a Proença-a-nova. Até aqui nada de anormal. Faço parte do grupo mas não da peça que foi representada (tudo normal, ainda).


    Já ia a peça com algum andamento quando ouço "Eduarda! Anda cá" (Céus! O que querem de mim?, pensei eu). "Despe-te e veste isto. Rápido. Vais entrar".
Pois, a actriz sentiu-se mal e lá fui eu substituí-la. Adorei. Foi das experiências que mais gozo me deu - contracenar com o meu namorado e uma das pessoas que conheço à mais tempo (o autor da epopeia do século XXI). Entrei em cena sem fazer ideia do que tinha de dizer e correu muito bem (apesar dos olhares de desespero que lancei aos meus companheiros de cena). Improvisos e muito, mas muito prazer naquilo que estava a fazer.
Quero mais destas. É tão bom contracenar com pessoas com quem nos sentimos cem por cento à vontade...
(Não desfazendo o Bom Ladrão e a Ritinha, claro.)

8 comentários:

  1. Adorava um dia tambem fazer teatro ^^ deve dar um gozo enorme :D

    ResponderEliminar
  2. Não diria que foi coragem. Mas era uma coisa que queria fazer à muito tempo - contracenar com as pessoas em questão. Soube muito bem mesmo. Fiquei a invejar a rapariga que substituí.
    Espero ter aquela oportunidade mais vezes, mas de preferencia, um caso em que seja avisada com antecedência para poder ler o guião. :p

    ResponderEliminar
  3. Sim, fazer teatro é das coisas que mais gosto de fazer. Mas para mim é muito complicado fingir que estou a gostar quando na verdade não estou. E contracenares com pessoas que não gostas é terrível. É complicadíssimo arranjar a química necessária. Foi por isso que amei tanto entrar em cena com o D. e o A. =)

    ResponderEliminar
  4. Eduarda foste a HEROÍNA DA NOITE, sem ti a peça teria sido um fiasco

    ResponderEliminar
  5. gosto especialmente da epopeia do seculo XXI xD

    ResponderEliminar