Páginas

domingo, 18 de abril de 2010

Caros facebookianos,

   Venho por este meio suplicar (friso o suplicar) que não me convidem para grupos. É extremamente irritante abrir o mail e ter dezenas de convites para grupos completamente estúpidos. Sem ofensa aos seus criadores, há grupos bastante infelizes.
   Enuncio então alguns dos melhores (ou deverei dizer piores?) grupos para os quais fui convidada:

   - Eu não quero emprestar dinheiro à Grécia, eles que vendam a taça do euro'04.
    Qual é a finalidade disto??

   - Eu sou de Abrantes.
    E daí? O que tenho eu a ver com a localização geográfica de pessoas que nem sequer conheço?

   - Pessoas que dizem "eu estou a chegar" mas ainda estão a sair de casa.
   Alguém me explica a lógica de admitir publicamente que se é incompetente no que toca a cumprir horários?

   - Eu trato os meus pais por TU.
    Este grupo é possivelmente o mais idiota.

   - Eu ainda acredito que os bebés vêm das cegonhas!.
   Então és estúpido! (ou tens menos de 5 anos)

   - Faço parte dos 5% das pessoas que comem o pepino do hamburguer do McDonald's.
    O que eu gosto de tomar conhecimento dos hábitos alimentares alheios...

   - Se os meus pais soubessem metade da minha vida, deserdavam-me!.
    1: Há pessoas que fazem asneiras graves.
    2: Há pessoas que sabem que são deserdadas se os pais descobrem que fazem asneiras graves.
    3: A Internet é um rápido meio de comunicação e transmissão de mensagens.
    Qual é, então, a melhor maneira de evitar sermos deserdados? Ora aí está, afirmar sermos errantes perante a comunidade cibernética.

   - Mulheres que odeiam ir ao ginecologista.
    Ainda estou para receber o convite do "mulheres que odeiam ir à médica de família", "mulheres que odeiam ir ao dentista", "mulheres que odeiam ir ao cirurgião plástico", ... Por amor da santa.

   - Eu não gosto nada quando alguém diz "quaisqueres" em vez de quaisquer!
    Que grande coisa... E eu odeio que me convidem para grupos do Facebook!

   - Eu durmo de meias e com a blusa do pijama dentro das calças.
    Que bom que dormes aconchegadinho mas... que tipo de interesse é que esta informação pode ter?

    - Não suporto viver sem música!.
    Este grupo tem um mote genial. Tão genial como "Não suporto viver sem oxigénio". Não há ninguém que aguente muito tempo sem música. Ouvimo-la em todo lado! Até no supermercado. (Ainda ninguém se lembrou de fazer um grupo do género: As músicas do supermercado são super irritantes. Fica aqui a dica)

    - Sem paciência para pessoas complicadas.
    Mas em que é que isto é especial para ter direito a ser título de um grupo? Se ainda fosse "eu tenho imensa paciência para pessoas complicadas"... Aí sim! Era alguma coisa de valor. Mas o que é advogado aqui é uma coisa muito banal. Quem se junta a este grupo também se junta, certamente, a coisas do tipo: Odeio a mentira (há alguém que adore?), Não gosto de pessoas convencidas, Adoro a honestidade, and so on...

    - Babo-me toda/o a dormir!!!!.
    Só o simples facto de ter um comboinho de pontos de exclamação, captou logo a minha atenção (não gosto nada de ver). Esta informação até poderá ser útil na medida em que afasta os possíveis interessados em dormir com as pessoas pertencentes a tal grupo.
    
   - às vezes estou na cama e ouço o tic tac do meu relógio.
   Deveras interessante. Not.

  - Grupo de quem ao início achava que o gajo dos Tokio Hotel era uma gaja.
   Este grupo é a prova que se estão a fazer uniões com base em coisas do senso comum. Mas alguém achou logo que aquilo era um indivíduo do sexo masculino?



Enfim, já chega.


1 comentário:

  1. E o "Tenho uma mama maior que a outra"? São tantos e todos tão bons ora :b

    Um beijo,
    Carolina

    ResponderEliminar