Páginas

domingo, 18 de abril de 2010

O copianço


"Introdução

            Iremos desenvolver uma espécie de trabalho no âmbito da psicologia que promete ser uma labregada. Vamos pesquisar e, sobretudo, utilizar uma tão afamada técnica que dá pelo nome de copianço. Somos peritos em tal actividade. Se tudo correr como o previsto, ficamos com um trabalho todo bonito, cheio de preciosidades líricas a serem avaliadas pelos mais ilustres psicólogos do século XXI e não só (há meia dúzia de já falecidos terapeutas que ficaram deveras interessados no nosso tópico. Aqui estaremos para os receber)."


E pronto, encontrei isto num ficheiro com o meu trabalho de psicologia - uma versão muito primitiva, claro.

6 comentários:

  1. as putas são inteligentes, mas as cabras tiram mais proveito. é que as putas fazem por obrigação, as cabras fazem por gosto.
    [bela teoria do copianço, hehe xD]

    ResponderEliminar
  2. A teoria do copianço não é má quando feita no secundário...

    A teoria do copianço feita por qualquer um dos meus colegas ou por mim, todos nós ilustres estudantes de Psicologia na ULHT, resulta numa condenação por plágio que pode resultar na expulsão da faculdade, à qual pagamos uma quantia nada simpática todos os meses...

    ResponderEliminar
  3. Isto só a título de curiosidade loool,,,

    Pode não parecer mas na ULHT tmb há coisas boas! ahahah

    ResponderEliminar
  4. @ fredii: bem visto, sim senhora! =)

    @ Sara: O copianço tem de ter classe! Alterar palavras aqui e ali, mudar a ordem das coisas... Tudo baseado em pequenos toques que impeçam os professores de detectar o uso de técnicas tão estimadas por nós, estudantes, como a mencionada no post.

    ResponderEliminar
  5. a nossa introduçao maravilhosa
    merecia 20 valores ahahah

    ResponderEliminar