Páginas

quarta-feira, 23 de março de 2011

Coisas pequeninas que me deixam estupidamente feliz

- Ver filmes embrulhada numa manta com uma boa companhia, de preferência.
- Pegar no telemóvel no momento exacto em que recebo uma mensagem.
- Ouvir música no iPod no caminho casa-faculdade e faculdade-casa.
- Meter a mão na mala e apanhar à primeira o que procuro.
- Passar a tarde enfiada numa Fnac.
- O A. chamar-me 'querida'.
- Receber muitas mensagens no telemóvel assim como emails e cartas no correio.
- Beber café.
- Acorda e ser brindada com o silêncio da casa vazia ou da ausência de mais ninguém acordado que não eu.
- Ouvir a seguinte frase "então hoje ficamos por aqui" e ter permissão para me retirar da sala de aula.
- Olhar para o horário e ver que terça e sexta entro às onze horas.
- Convidarem-me para ir ao cinema ou a um concerto sem saberem qual/quem é o meu filme/cantor/banda preferido e acertarem em cheio.
- Jantar fora com os amigos em Abrantes.
- Ver filmes do meu pai às tantas da manhã e rir sozinha no quarto.
- Estar sozinha em casa.
- Passar uma tarde inteira numa esplanada com um café e horas de conversa e gargalhadas.
- Escrever muito.
- Tocar piano.
- Ver filmes sobre a Segunda Guerra Mundial.
- Falar com pessoas incrivelmente inteligentes e/ou conhecedores de um particular tema que me interesse. Gosto de ouvir.
- Ouvir relatos do meu avô do tempo da ditadura, da PIDE, da opressão, ...
- Debater todo e qualquer tema. Ganhar o debate, de preferência.
- Arranjar as unhas (ritual semanal).
- Ver série televisivas de forma compulsiva (ver uma série inteira num dia ou dois, por exemplo).
- Ser surpreendida. Desde uma visita inesperada até uma prenda (que pode até ser um bocado de papel) visto que é muito complicado surpreender-me. Descubro sempre antes de tempo o que vou receber ou sei que me vêm visitar.
- Falar com estrangeiros.
- Estudar história - mitologias, guerras, evolução humana, os maias, os egípcios, hitler, salazar, descobrimentos... Vale tudo.
- Saber as letras das músicas que gosto todas de cor.
- Magicar a decoração de determinada divisão e depois rumar a lojas como o IKEA e montar aquilo que imaginei.
- Fazer montagens de fotografias no meu quadro de cortiça, assim como pôr as insígnias da capa e papelada de valor.

3 comentários:

  1. Detesto café. Nem com leite e pacote e meio de açúcar sabe minimamente bem.

    ResponderEliminar
  2. Eu ADORO café. É inexplicável. E se não tenho cuidado consigo beber uma quantidade inimaginável deles por dia.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar