Páginas

domingo, 1 de janeiro de 2012

O melhor de três meses e meio de Secret Story

      Se há momento genial no programa todo e que compensa a vitória do puto coitadinho que levou da ex namorada, que é um manso de primeira apanha que nem de um leitão loiro se sabe defender e que passou o programa a esconder comida, criar intrigas e ser má pessoa... é ver a Marta Cardoso a chamar Popota à Fanny. 
E se há dúvidas em relação à estupenda comparação feita pela Marta, eis a prova:

E pronto, foi isto que interessou no programa. 

6 comentários:

  1. Parece-me que não perco nada em não ver esses programas...

    ResponderEliminar
  2. Perdes alvos fácies de chacota :P

    O interesse que vejo no programa é mesmo dar a espreitadela para ver as reacções humanas em determinadas situações e quão estúpido pode ser o bicho humano.

    De resto, é fraco, previsível e completamente manipulado pela produção.

    ResponderEliminar
  3. Olha que na foto a Popota ficou melhor que a Fanny. É interessante verificar que até uma Hippo consegue ter mais classe! xD

    ResponderEliminar
  4. Grande verdade, Rosa Branca! A Popota até ficou com charme :P

    Ainda hoje não entendo como é que a Fanny tem apoiantes. E quem diz Fanny diz Miguel, João M, Teresa, Paulo... Enfim, a maioria.

    ResponderEliminar
  5. Não tenho acompanhado, mas também aprecio ver as reações humanas. É um bom campo de estudo ;)

    ResponderEliminar
  6. Mas é mesmo. Acho interessante perceber como as pessoas reagem em determinadas situações, sejam elas discussões, bebedeiras, falta de comida, falta de tabaco, ...

    Fico é chocada com certos "feitios". Esconder iogurtes em gavetas (revela uma inteligência que não há memória...), incriminar terceiros para nos livrarmos da embrulhada, criar intrigas... Se há utilidade no programa é mostrar a toda a gente que nem tudo o que parece é e que a natureza humana é ruim.

    ResponderEliminar