Páginas

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Conceição Lino

      Não gosto da apresentação da Conceição Lino. Não consigo assistir a cinco minutos do programa sem sentir pena dos coitados dos convidados que nunca têm o direito à palavra.
     No fundo, parece que a senhora anda ligada à corrente e quer despejar tudo o que se lembra de dizer. Ela arranja convidados só para ter pretexto para o programa porque na realidade não passam de figurantes ali.

      Ainda há pouco estava lá uma senhora a cozinhar e a Conceição nem a deixou explicar seja o que for. Quando a convidada ia falar sobre o doce que estava a fazer, zás!, lá vinha a apresentador por o estaminé no lugar e mostrar quem manda naquilo cortando o pio a toda a gente. Faz-me espécie que aquilo tenha muita audiência.

      Gostava da Conceição Lino no registo do "Nós Por Cá", também na SIC. Sozinha, sem ninguém para interromper e num tom mais assertivo. No programa da tarde passa sempre a imagem de que está a tentar ser engraçadíssima e não cai em graça alguma. Que venha o Figueiras!

De volta

     Depois dos exames, e já no segundo semestre, estou de regresso.

     Hoje vi um colega sentado na aula a escrever no seu caderno do... Justin Bieber! Não sei se me hei-de preocupar com o gosto do rapaz ou espantar com o estupendo sentido de humor dele. O certo é que o moço até era encorpado e junto do seu caderno criava uma imagem medonha. E pronto, serão isto os futuros juristas.