Páginas

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Roma prendou-me com trovoada e muita chuva

          O Google Maps diz que o percurso mais rápido para ver tudo o que vi hoje são 9km. Eu e a minha companheira de viagem espreitámos tudo o que pudemos e enfiamo-nos em várias ruelas. Escrevo isto enquanto tenho os pés a latejar. 

         Voltei a acordar bem cedo para estar às 9h num edifício cuja localização em concreto eu desconhecia. Á italiana, isso quer dizer que tinha de estar lá as 9h30 ou 10h. Em todo o caso, porque gosto de ser pontual, uns minutos antes das nove já andava a perguntar onde era o edifício que procurava e lá cheguei. 
         Aí fiz um exame de italiano. Pretendia-se perceber o conhecimento da língua por parte dos Erasmus interessados em aprendê-la e, assim, dividir-nos em turmas consoante o conhecimento que já temos. 
        Teste escrito e de compreensão oral, razoável. Teste oral, para esquecer. Expliquei logo ao examinador que não sabia dizer nada, que entendia grande parte do que me diziam mas porque nunca estudei italiano não conseguia construir frases. Colocaram-me então numa turma de um nível básico para que eu aprenda tudo de raiz. Resta-me aguardar por sexta para saber o horário do curso de italiano para poder compreender as aulas do curso, lá para Outubro. 

          Do teste vim para casa para ir com a minha companheira de viagem arranjar o Codice Fiscale - número que nos permite ter descontos na cantina da faculdade.
          Com as burocracias previstas para o dia todas tratadas, avançámos em direcção a Trastevere. Deu para explorar a área e conhecer o Bairro Alto cá da zona.
         Infelizmente, por volta das sete e pouco da tarde, Roma abençoou-me com um temporal terrível, com direito a muita chuva e trovoada. Haveremos de voltar para jantar por ali.

          Acordei com sono e com sono continuo. Amanhã de manhã não tenho nada agendado por isso, que seja esta noite que descanso, finalmente!

Sem comentários:

Enviar um comentário