Páginas

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Sabem o que é um inferno burocrático?


  •  Lugar onde, por cada problema aparentemente resolvido, surge mais um obstáculo e dois sub problemas - assim uma concretização do "cada cavadela cada minhoca relativa aos problemas académicos;
  • Uma faculdade cujos regulamentos diferem (para pior, porque são mais restritivos) dos da pessoa colectiva a que está subordinada;
    • Queres ir de Erasmus e fazer as cadeiras a que não te deram equivalência ainda no mesmo semestre? Nada disso, esperas por Setembro que é para teres calma que devagar e bem não faz ninguém;
    • Tens direito a inscrever-te a 60 créditos novos + 24 de reinscrição, num total de 84, e precisas de te inscrever a 66 novos + 18 de reinscrição, um total também de 84 créditos? Não podes que isto não é de acordo com a vontade do freguês. Aguardas, que devagar se vai ao longe;
    • Tens duas cadeiras de licenciatura por fazer e querer seguir para mestrado? Óptimo! Mas uma cadeira de dois créditos fica para o ano, mesmo que tenhas créditos livres de sobra para te poderes inscrever. E depois no ano seguinte entregas a tese, amor. Isto é preciso é calma, que é a virtude dos fortes;
  • Um serviço que, para ser capaz de vos prestar apoio numa questão, vos obriga a contactar o Papa, três marcianos e um unicórnio;
  • Uma entidade que decide sempre o oposto daquilo que o senso comum tem como razoável e justo. Se queres ser jurista é bom que tenhas contacto com as adversidades da vida desde cedo, que não andamos aqui a criar meninos. Temos ou não temos juristas, car@÷£ø?

O inferno burocrático é a minha faculdade, pessoas, a minha faculdade! 

Sem comentários:

Enviar um comentário