Páginas

sexta-feira, 26 de outubro de 2007

Conquistar

1. Lava os dentes.
2. Nunca coces os testiculos a frente dela.
3. Oferece-lhe flores e muitos, mas mesmo muitos, presentes.
4. Levanta a tampa da sanita antes de urinar e baixa-a sempre depois.
5. Lava as maos quando saires da casa-de-banho.
6. Nao mastigues com a boca aberta.
7. Nao arrotes ruidosamente ou, melhor nao arrotes nunca.
8. Nao sejas grosseiro.
9. Nao fales mal da mae dela; ama-a como se fosse tua mae.
10. Nao digas palavroes.
11. Ri-te sempre das piadas dela.
12. Nao tenhas ciumes dela, talvez so um bocadinho.
13. Deixa que ela tenha ciumes de ti. Ela pode ter.
14. Nao cries barriga. E mais, nunca engordes. Ela pode (mas nunca lho digas).
15. Nao te demores na casa-de-banho.
16. Nao deixes a toalha caida no chao.
17. Nao lhe digas que nao sabe conduzir.
18. Nao chegues tarde a casa. Sai do trabalho e vai imediatamente para casa.
19. Nao te entretenhas com os amigos. Ou melhor, nao tenhas amigos.
20. Nao sonhes em ter amigas.
21. Nunca olhes nem fales das mamas ou do cu das amigas dela.
22. Nao sejas avarento. Usa pelo menos dois cartoes de credito.
23. Nao olhes para outras mulheres. E mais, entende de uma vez que nao existem outras mulheres.
24. Diz Amo-te pelo menos 24 vezes por dia.
25. Aprende a cozinhar.
26. Lava os pratos e deixa a cozinha limpa.
27. Faz a cama (sempre).
28. Telefona-lhe de qualquer lugar.
29. Deixa ela comprar roupa, sapatos, etc. sempre que ela quiser. E mais, acompanha-a, elogiando o que ela deseja comprar (sorri enquanto caminhas).
30. Deixa que ela fale durante horas ao telefone.
31. Nao ressones.
32. Lembra-te que nao gostas de futebol e que odeias as corridas de Formula 1.
33. Nao penses somente em sexo, mas por outro lado tambem nao exageres; propoe-o com frequencia, mesmo que estejas cansado ou sem desejo.
34. Respeita-a quando lhe doi a cabeca, mas se ela te pedir deves satisfaze-la imediatamente. Ah! E depois nao comeces logo a dormir! Deves olha-la nos olhos e acaricia-la ata que ela adormeca tranquilamente.
35. Diz-lhe a todo o momento que ela e a mulher mais bela que ja viste.


Bem, encontrei isto e tive de publicar.
Qe visao tao machista.
Credo!

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Adolescência. (O tal texto para o teatro)

Embora eu seja adolescente, nao tenho uma boa visão disso.
Eu olho e vejo a parvoíce dos adolescentes. Óbvio que isto nao se aplica a todos, mas a muitos.
Uns querem ser rebeldes e para isso fumam, bebem, drogam-se e sei lá que mais.. Como se algum destes actos representasse maturidade. E que é exactamente o contrário. Não saber beber é ridículo. Fumar para se evidenciar é só mesmo estúpido. E drogar-se, bem, palavras para quê?!
Ainda à aqueles adolescentes que apenas querem iniciar a vida sexual e usam isso para comparar quem o fez mais cedo, Idiotas.
Na maioria das vezes os adolescente formam "grupos". Estes são variados. Tanto se podem formar por as pessoas terem um estilo comum, por fumarem, por gostarem das mesmas coisas, etc. ...
Existem imensas grupos de adolescentes: betos, punks, dreads, hippies, góticos,... Imensos mesmo. A mim interessam-me particularmente os "betos", que na maioria são grupos inteiramente femininos. Neste grupo as raparigas andam todas, ( e friso "todas") vestidas de igual, com o mesmo género de roupas, falam da mesma maneira, usam o cabelo com o mesmo corte, ... Qual será a piada?
Ou então, juntam-se e falam por código e gozam com as pessoas qe acham inferiores.
Isto é aquilo que vejo quando olho para os adolescentes.

Em relação a mim e àquilo que sou é fácil de explicar, agora ao qe sinto já é mais complicado.
Também tenho o meu grupo de amigos. Não somos betos, punks ou muito menos os "fixes" lá da escola. Somos um grupo de pessoas muito diferentes mas com interesses e gostos comuns. Alguns de nos ja estao juntos à 10 anos, o que numa vida de 15 é imenso. Eu adoro os meus amigos e eles são o meu interesse principal.

Aquilo que sinto é uma grande confusão. Suponho que seja assim com todos os adolescentes. Encontrei uma parte de um poema que define exactamente e que sinto, melhor era impossível:

" ? Quem sou eu?

Sempre qe reparo em mim
sinto duas forças opostas
a solicitaro mais porfundo do meu ser:
Por um lado uma força de expansão
e de relação;
Por outro, uma força de regressão
e de isolamento.
Por um lado, um infinito desejo
do amor
e de comunhão com otda a humanidade;
por outro, uma vontade louca
de me fechar egoisticamente
e de triunfar sozinho.
!?MAS QUEM SOU EU AFINAL?! "

São todas estas dúvidas e mudanças de humor que sinto. Tanto quero estar com os meus amigos, sair, rir, conversar, como quero estar sozinha para pensar e nem sequer manter contacto com os outros. Adoro esses momentos. Ouvir música e estar sozinha é uma ideia que me agrada.
Mas ao mesmo tempo quero estar com os outros e conviver, rir, comunicar!
Também entrei numa fase em que não acredito em nada! Nem eu qualquer religião! Ponho tudo em dúvida.
É isto que sinto e é isto que sou!

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Better alone Mel C

Bem, eu adoro a musica. Mais qe tudo adoro a letra.
E por isso publiquei-a aqi.

E aqi fica a traduçao pa qem nao qer ter o trabalho de a ler em ingles. =p




Better Alone

Eu entendo o teu ponto de vista quanto a deixares-me partir
Mas eu pensei que eras mais confiante
Tudo o que eu fiz por ti…
Tu cometes-te os erros e agora atiras-me isso à cara
E eu dei tanto de mim por ti este tempo todo
mas agora sou deixada de lado
Eu entendo o teu ponto de vista

Refrão:
Mas não posso fingir esquecer
Todas as coisas boas entre nós parecem desaparecer
E toda vez que eu penso que está tudo resolvido,
algo me repreende e me faz explodir
Mas não há nada mais a temer
Eu estou melhor sozinha, querido.

Tu não podias ter escolhido uma hora melhor para me dares a notícia
Por que também não me rejeitas quando eu estiver em baixo?
Eu sempre acreditei em ti
Defendi a tua honra, mas tu não foste verdadeiro
Eu te dei tanto da minha vida
Comprometi-me e tu dizes-me adeus
Não podias ter escolhido melhor hora.

Repete-Refrão

Eu sei que eu deveria mesmo agradecer-te por me deixares livre
As mudanças que estou a começar a sentir são realmente maravilhosas
Vai demorar um bocado até eu me sentir feliz e forte
Estar livre ajudou a minha cura
Mesmo assim eu ainda penso se tu já desejas-te ainda me teres ao teu lado

Irei eu um dia esquecer?
Todas as coisas boas entre nós parecem estar a desaparecer
E sempre que eu penso já ter tudo resolvido,
algo me repreende e me faz explodir
Mas não há nada mais a temer
Não, não, não

Eu não consigo fingir que esqueci
Tudo o que de bom que houve parece desaparecer
Não Não…

E sempre que eu penso já estar tudo resolvido,
Alguma coisa confunde-me e deixa-me em baixo
Mas não há nada a temer
Eu estou melhor sozinha querido

quarta-feira, 10 de outubro de 2007

"Insatisfazíveis"

É urgente impedir
qe se pare de sorrir,
Porqe meio mundo
anda com cara de defunto .

Adultos a qerer volta à infância,
crianças a qerer crescer.
Ninguem agradado com sua circunstância
as pessoas são difíceis de satisfazer.

O Homem é "insatisfazível"
anda sempre a desejar mais
100% agradado, impossível.

Deseja sempre
o qe ao vizinho pertençe.
Comete erros
e depois arrepende-se.

O ser Humano permanecerá insatisfeito
pois assim tem de ser.
E quando se acomodar,
e nada mais desejar,
a sua vida se vai tornar,
nalguma coisa sem jeito.

Nunca me esqueci de ti




Bato a porta devagar,
Olho s� mais uma vez
Como � t�o bonita esta avenida...
� o cais. Flor do cais:
�guas mansas e a nudez
Fr�gil como as asas de uma vida

� o riso, � a l�grima
A express�o incontrolada
N�o podia ser de outra maneira
� a sorte, � a sina
Uma m�o cheia de nada
E o mundo � cabeceira

Mas nunca
Me esqueci de ti

Tudo muda, tudo parte
Tudo tem o seu avesso.
Fr�gil a mem�ria da paix�o...
� a lua. Fim da tarde
� a brisa onde adorme�o
Quente como a tua m�o

Mas nunca
Me esqueci de ti







Adoro esta m�sica. N�o podia deixar de public�-la. =)

Sempre.

E se eles agora desaparecessem?!
Nao sei o qe faria. Fechava-me e nao falava com ninguém. Nao sei porqe penso nisto mas eu sei qe é a lei da vida...
Qdo menos estamos à espera ela apanha-nos desprevenidos...
Todos aqeles momentos qe tolice causada pela idade, das confusoes. Riu-me sozinha só de me lembrar! Já tenho saudades desses momentos.. Qe sao tao poucos!
O toqe, a pele enrugada, o cheiro, o cabelo, as feiçoes.. :p Adoro tudo!
Eternamente na minha memória.
Continuo sem saber pq qero escrever sobre isto, mas é mais forte qe eu!
A vontade de abraçá-los e dizer-lhes qe os adoro! Qe nao os esqeço aconteça o qe acontecer.. O ter de lidar com isto calada é tão dificil. Mas eu sei qe é normal. Os velhos morrem e os novos seguem caminho para o mesmo destino. Mas custa qdo sabemos qe é parte de nós qe se vai.
Sim, é isto é estúpido. Não obrigo ninguém a ler. Mas é o qe sinto. Cada dia qe passa tnho mais a noçao do futuro... Só espero qe demoooore...
Cada segundo é precioso. Aprovitar enquanto posso...

Auto-retrato aos 15 anos.

Nasceu em 1992, em Coimbra, algures em Portugal.
Solteira e sem interesse em casar.
Altura 1,69.
Sapato nº39. (depende)
Gosta de andar e fazer caminhadas.
Não gosta de vizinhos (existem excepçoes).
Adora música e cantar.
Odeia campainhas.
Odeia pessoas escandalosas. ( qem diria!)
Tem óculos mas nao os usa.
Adora bacalhau com natas.
Odeia a mentira, e pessoas fúteis.
Não suporta ser imitada ou qe tenham coisas
iguais às dela!
Gosta de escrever, mas nao tanto de ler.

Adora sumos de ananás.
Não gosta nem pratica nenhuma religião.
Não gosta de pessoas.
Prefere música portuguesa à estrangeira e
defende a pátria até onde pode.
Gosta de palavrões escritos e falados
[tudo o qé demais enjoa.
Na maioria das vezes é racista
[sim, sei qe é mau.
Não gosta de estudar mas é a sua obrigação.
Discorda de quase tudo.
Tem muita roupa mas nao gosta de se ver com ela.
Nao viveria sem os seus amigos.
Adora o seu Bem.
Adora escrever à mão.
Gostava de viver longe de tudo e todos.
Preza a sua indepêndencia.
Perdoa mas nao esqece.
Está quase na obesidade mórbida.

Preferia não morrer.